quinta-feira, 24 de julho de 2008

A dúvida

Queria eu
saber tudo de mim
ou tudo do mundo.
Queria eu
saber o som,
o tom,
o código de série
de tudo que nos cerca.

Queria eu? Não...!
Teria graça se eu soubesse?
Teria razão se todos soubessem?
Restaria tesão se todos descobrissem?


Alfredo Goes
24.07.08

Espera!

Tempo,
por que não corres quando quero?
Por que não paras quando espero?
Responda!
Tempo,
não me entendas mal.
É que não te entendo bem,
nada pessoal.

Tempo,
era bom tu pesares o tempo.
Eu até que tento,
mas o dever é teu.
Tempo,
atenção demais é um mal,
não precisas trabalhar em tanta discrição.
Ah, esqueça essa de tempo integral!



Tempo,
Vê se sai da minha contramão!












Alfredo Goes
24.07.08
02h45